Cabeço do Pião

Cabeço do Pião

O Cabeço do Pião pertenceu à outrora  efervescente atividade mineira do complexo das Minas da Panasqueira. Era nesta aldeia, na margem esquerda do Rio Zêzere,  que se encontrava a Lavaria, para onde era transportado o material extraído das minas, sendo as águas do Zêzere fundamentais na altura. O complexo foi desativado nos anos 90 do século passado, e com ele a aldeia.

Atualmente encontra-se praticamente deserta, os vestígios de um passado cheio de vitalidade encontram-se espalhados por toda a aldeia, desde as instalações colossais da Lavaria, à escola primária de dois andares, ruas de pequenas casas perfeitamente perfiladas ao sol, à espera de, quem sabe, melhores dias, o Posto da Guarda Nacional Republicana que vigia, altaneiro, quem por bem há-de vir.

O Cabeço do Pião é, hoje, um excelente destino para aventuras de fim de semana: descobrir as paisagens áridas das escombreiras, dignas de uma exploração marciana,  e o serpentear do Zêzere no fundo do vale.

Como chegar?

Onde dormir?

Casas da Mina

Natura Glamping

Onde comer?

Ao pé da Bica na Aldeia de Joanes a 15 minutos, promete e cumpre, comida caseira e regional.

Taberna a Laranjinha presença assídua nos guias Michelin, só por si é uma excelente razão para visitar a região.